Pesquisar este blog

quarta-feira, 21 de julho de 2010

EU, O GAROTO E A SIMPLICIDADE...

VAMOS AO CAUSO DE HOJE....

Estava distraída tentando cumprir as obrigações da  vida quando me deparei com aquele pequeno garoto. Seu rosto me revelava uma criança de sete ou oito anos, seus cabelos eram cumpridos e caiam encaracoladamente sobre seus ombros. Uma graça!
Pois então, sua figura se deslocava em minha direção, mas eu não o enxergava, até que ouvi de sua boca as seguintes palavras: - Estou procurando um amigo! 
De repente, não mais que de repente ele surgiu na minha frente como um príncipe, sim! Fiquei encantada com a simplicidade com que ele disse isso para a mulher sentada à sua frente (que não era eu)...
A simplicidade das crianças me enlouquece de alegria....
Passei então a observar a postura daquela criança que mesmo sendo pequena me parecia tão grande.
Ele encontrou um amigo.... chegou para ele e disse: - Oi tudo bem?! Obteve como resposta apenas uma cara emburrada, mas não se deixou abater e em seguida retrucou: - Por que você está bravo? Segundos se passaram e nada aconteceu, até que ele em sua simplicidade me surpreendeu: - Ei! Não fica  bravo não! Olha eu sou mais bravo que você, e se pôs a gritar e fazer uns barulhos esquisitos com a boca! Foi impossível evitar as gargalhadas que se seguiram! 
Ele viu que não teria sucesso com aquele amigo, então se virou e... surpresa! Outro amigo: -Hum.... você está ai né!? Vamos brincar? Qual é o brinquedo que você mais gosta? O quê? por quê? para que? E várias outras perguntas se seguiram...Depois disso várias crianças surgiram e novamente ele se dirigiu a elas para cultivar amizades!
 E eu ali, parada, observando tudo bem de perto.... Quanta simplicidade.... (passava pela minha cabeça) Quanta simplicidade! 
Depois de um tempo cultivando essa emoção dentro do peito comecei a pensar sobre as nossas atitudes (nós adultos). Enquanto estamos crescendo somos quase que obrigados a esquecer essa simplicidade, que de fato todos tivemos um dia, simplicidade no falar, simplicidade no agir... É como se essa virtude fosse apagada de nossas mentes. Mas a vida é fantástica, seguiu meu pensamento, ela nos faz esquecer mas também nos faz lembrar e talvez ela (a vida) se proponha a fazer isso no momento em que mais precisamos... 
Talvez a vida esteja te lembrando desse fato agora querido leitor! 
Seja simples como é simples uma pequena criança!
Bom dia a todos!!!!

Um comentário:

Genis disse...

Amei seu novo blog e já estou te seguindo! Parabéns, menina!Mil beijinhos.