Pesquisar este blog

sábado, 18 de setembro de 2010

IDENTIDADE

Durante algum tempo me perguntaram:
- Quem és? 
 E eu não sabia responder, mencionava o meu nome e me propunha à difícil tarefa de me perguntar quem eu era. 
Hoje estou aqui com essa mesma questão, ainda não a respondi mas resolvi mudar o foco. Já que não consegui responder que sou mudei  achei melhor pensar sobre o que eu não pretendo ser...
Não quero ser uma pessoa mesquinha, individualista que só enxerga suas próprias questões, mas também não quero abraçar o mundo com os meus braços, porque descobri que eles não são grandes o suficiente...
Não quero ser uma pessoa reprimida que tem medo de dizer o que pensar e se preocupa com  o que os outros vão dizer de suas atitudes, eu ajo de acordo com o que mandam meu coração e meus princípios.
Quero distância da hipocrisia da boa visinhança.
Buscar entender e respeitar as pessoas é uma coisa me juntar a elas e fingir que as amo é outra complamente diferente!!!
Não quero ser amiga em quantidade mas em qualidade, isso é o que importa. 

4 comentários:

Biana França disse...

Olá, passando para conhecer o seu cantinho e agradecer a visita.
Acho que tentar se compreender é a melhor forma de uma vida melhor, e com certeza tendo o entendimento que não é bacana se aliar a hipocrisia e sim seguir o próprio coração é o primeiro passo para seu uma pessoa bem melhor.
Mil bjus.

Insana disse...

Que delicia de momento.

bjs
Insana

Vanessa Souza Moraes disse...

Meu blog mudou de endereço, o novo é:
http://vemcaluisa.blogspot.com/
:)

Anga Mazle disse...

É isso aí, Vanessa, sem tirar nem pôr! A vida é muita curta para perdermos tempo com as convenções sociais e com o nariz torto dos que naceram para não ser.

Beijos