Pesquisar este blog

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

QUAL É A TUA OBRA?

Estava lendo o comentário da colega Bruna e a mesma colocava que muito se tem falado sobre reconhecimento, conhecimento... Essas coisas ligadas a nós, que vivemos tentando decifrar e achei interessante compartilhar com vocês as inquietações que me foram provocadas pela leitura que fiz, do livro QUAL É A TUA OBRA? de Mario Sergio Cortella.
Muitas coisas me chamaram a atenção, mas em especial a questão do trabalho pois segundo o autor, nós só nos satisfazemos quando nos reconhecemos naquilo que fazemos...E ai?
Será que nós, que estamos tão preocupados em decifrar quem somos, estamos realmente nos vendo nas obras que estamos realizando? É um ponto a se pensar.
Quando conseguimos nos enxergar nos resultados de nossas obras, estamos caminhando para a criação de nossa identidade e consequentemente nos reconhecendo e conhecendo. Estamos nos mostrando para o mundo e dizendo estamos aqui e estamos dispostos a aprender.
Parece bobagem, mas não é! Comece a observar o resultado das coisas que você anda fazendo, elas certamente te mostrarão quais sãos as suas crenças, seus valores, ideais... 
Não! Não trate essa postagem como algo tipo auto-ajuda, trate como possibilidade de reflexão. Já que estamos todos pensando sobre inquietações que nos levam a busca do entendimeto de nós, por que não começarmos pelas atitudes que se tornam resultados nós? Nossas Obras?!

Boas inquietações pra vocês.

16 comentários:

Nirton Venancio disse...

Vanes, obrigadíssimo pela visita e comentário no meu blog. É muito bom saber que não estamos sozinhos.
Abraços!

Vanes disse...

Estamos aí venancio! Abraços!

dade amorim disse...

Gosto do Cortella, e essa questão é séria, Vanes. Vale uma boa reflexão.

Beijo.

Vanes disse...

Ele e fantástico mesmo Dade. Consegue unir simplicidade e complexidade de uma forma fantástica. Abraço

Márcio Vandré disse...

É uma verdade.
Se pararmos bem para pensar, temos influências, mas não somos as pessoas que nos influenciam.
Somos diferentes!
Um abraço!

Brruuu disse...

Olha,gostei de saber que meu comentário foi lido e te fez pensar sobre =)

Eu realmente não estou levando como auto-ajuda,não.Estou levando como algo pra pensar,pra tentar entender,reconhecer...
Não sei se estou me saindo bem nas coisas que faço,mas pelo menos estou reconhecendo que me esforço ao máximo pra isso.

Um beijo,boas reflexões pra todos nós.

Í.ta** disse...

que coincidência, dias desses peguei este livro na biblio, porque um amigo me pediu emprestado. folheei-o, e gostei do que ali vi. legal vê-lo aqui um pouco descrito por vc.

abraços!

Vanes disse...

Que bom que você gostou Í.ta**, muito obrigada pela visita. Beijos

Guará Matos disse...

Opa, professora, que bom você apareceu "lá por casa", fiquei feliz, oba!

Bs.
_____
Mas pode conter, tá? Sem timidez, hahahaha!

Vanes disse...

Olá Guará! Obrigada pela visita! Beijos!

Malu disse...

Vanes,

Super legal seu blog.
Vale sempre refletir ...


Obrigada por sua presença e
comentário.


Bjo.

`

PS:

já estou em seu outro blog tb ,
amanhã comento lá com calma.

Vanes disse...

Obrigada Malu pela sua visita! Voltre sempre. Beijo!

Lívia Azzi disse...

Olá Vanes!

Estamos na mesma sintonia inquietadora....

Mario Sérgio Cortella vai de encontro com a perspectiva filosófica contemporânea, o homem se realizada através da práxis: conhecimento e suas contradições, revisão/superação, trabalho reflexivo, cultura e relações humanas (também políticas e ideológicas)...

Um abraço!

maria neusa guadalupe disse...

Vanes: finalmente achei você..rsrs..obrigada por voar comigo..estarei sempre aqui,lendo e apreciando...beijos amigos.

Honestino Afonso Xavier disse...

boa noite..

Pv.14-26. No temor do Senhor, há irme confiança, e ele será um refúgio para seus filhos. 27- O temor do SEnhor é uma fonte de vida para preservar dos laços da morte.

Pv.18-12. Antes de ser quebrantado, eleva-se o coraçao do homem; e, diante da honra, vai a humildade.

Pv. 21- 2 Todo caminho do homem é reto aos seus olhos, mas o SENHOR sonda os corações.

Pv.22-1 VALE mais ter um bom nome do que muitas riquezas; e o ser estimado é melhor do que a riqueza e o ouro.
2 O rico e o pobre se encontram; a todos o SENHOR os fez.
3 O prudente prevê o mal, e esconde-se; mas os simples passam e acabam pagando.
4 O galardão da humildade e o temor do SENHOR são riquezas, honra e vida.

Pv.30-5.Toda palavra de Deus é pura; escudo é para os que confiam nele.

Ficou legal o blogger.
quando der visite o meu
abraços.
quando der visite o meu
abraços

Alê Quites disse...

Creio que nossas obras são tantas; algumas terminadas, outras inacabadas e ainda as desejadas.
Deixo beijos e doces